TENA

Home Pavimento pélvico Pavimento pélvico e saúde Pavimento pélvico e abdómen: um trabalho em equipa

Pavimento pélvico e abdómen: um trabalho em equipa

Featured

0 8783

A maioria das atividades diárias que fazemos, como mantermo-nos de pé ou movimentar os braços, implicam a atividade conjunta dos músculos abdominais profundos e do pavimento pélvico.


Os estudos realizados nos últimos anos demonstram que a maioria das atividades que fazemos ao longo do dia implicam a atividade conjunta do abdómen e do pavimento pélvico. Graças a estas duas estruturas musculares podemos, por exemplo, mover os braços ou as pernas, mantermo-nos de pé, carregar um peso, tossir, espirrar e inclusive respirar.

Para desenvolver muitas das nossas atividades diárias precisamos da estabilidade da coluna e da pélvis e o fecho dos esfíncteres.

O pavimento pélvico, apesar de estar constituído por muitos pequenos músculos, quando é contraído funciona em unidade, suportando ou elevando os órgãos que se encontram no interior da pélvis (bexiga, vagina e ânus). Mas também, como se tem recentemente demonstrado, exerce uma importante função de fecho das articulações da pélvis.

Os músculos do pavimento pélvico trabalham em conjunto com a musculatura profunda do abdómen, nas duas capas mais internas, denominadas “transverso do abdómen” e “oblíquo interno”. Este trabalho em equipa permite fazer todas as nossas ações diárias.

Mas para o seu bom desenvolvimento, esta musculatura precisa da correta estabilidade da coluna e da pélvis e de um correto fecho dos esfíncteres. Se estas duas condições não se cumprirem, produzem o aumento dos riscos de problemas do pavimento pélvico, como a dor de costas  ou a incontinência urinária. Por isso, os programas de fortalecimento desta musculatura são tão importantes.

Uma atividade involuntária

Ao caminhar ou carregar um peso não somos conscientes da atividade conjunta destes dois tipos de musculaturas. Mas verificar que estas estruturas trabalham ao mesmo tempo é muito fácil. Se contrairmos o pavimento pélvico de forma consciente, voluntária e correta, poderemos sentir como também se ativa a musculatura profunda do abdómen de forma automática. O mesmo acontece ao contrário, quando contraímos a musculatura profunda do abdómen também se ativa o pavimento pélvico.

Estes dois tipos de contrações musculares são trabalhadas nos programas de fortalecimento dos músculos destas duas estruturas. Não prestar atenção a ambas é um erro que pode causar sérios problemas. Por isso, é muito importante mantê-las em forma.

Se o seu pavimento pélvico estiver debilitado e tem perdas de urina, consulte um especialista. Entretanto, enquanto não soluciona o problema, lembre-se que pode usar absorventes específicos para o PH e densidade da urina, como os da gama TENA Discreet. Estes produtos vão fazê-la sentir-se segura e protegida.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas: