Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

TENA Centrada em si
Home Saúde Atividade física As três chaves da ginástica hipopressiva
TENA Silhouette

As três chaves da ginástica hipopressiva

Atividade física

Ginástica Hipopressiva
0 4184

Provavelmente já ouviu falar nos abdominais hipopressivos, uma técnica muito eficaz que, além de ajudar a marcar os músculos, fortalece o pavimento pélvico. Anima-se a praticar?


Partilhe com as suas amigas:

Em que consiste a ginástica abdominal hipopressiva? Advertimos que a explicação talvez não lhe agrade, mas vai adorar os resultados. Através de diferentes posturas e movimentos, esta técnica de ginástica provoca um efeito de “sucção” nas nossas vísceras. Sim, não soa muito bem. Mas continue a ler e, certamente, vai ficar convencida dos benefícios desta técnica.

Com este tipo de exercício vai conseguir obter uma pressão negativa na cavidade abdominal e pélvica, gerando a contração automática dos músculos da zona. Exato: se quiser melhorar a incontinência e fortalecer o pavimento pélvico (além de muitos outros benefícios), está perante os exercícios indicados.

Como fazer abdominais hipopressivos

Dominar este tipo de ginástica requer o tempo, uma vez que, para fazer abdominais hipopressivos corretamente, devemos aprender a controlar o nosso diafragma.

Não se trata apenas de “encolher a barriga”, como pode parecer à primeira vista: a técnica é muito mais complexa. Terá de contrair o diafragma, expulsando o ar dos pulmões e, depois, fazer o movimento de inspiração, mas sem deixar entrar oxigénio. Cumprindo as orientações de um fisioterapeuta, rapidamente fará estes exercícios de forma correta: notará que o interior do corpo se contrai do pavimento pélvico para cima. É por isto que estes exercícios são tão eficazes.

Os benefícios da ginástica hipopressiva

Incontinência, dor nas relações sexuais, prolapso… Todas conhecemos os efeitos negativos de um pavimento pélvico debilitado. Mas a ginástica hipopressiva vai ajudar a melhorar estas situações e muitas outras:

Abdómen plano: ao exercitar os músculos oblíquos e transversos do abdómen obterá um ventre plano em muito pouco tempo. Além disso, tonificará toda a zona sem prejudicar a coluna.

Melhora a incontinência: uma melhor tonificação muscular oferece um controlo mais rápido e efetivo deste problema. Além disso, diminui a possibilidade de perdas de urina.

Melhora potencial da vida sexual: a musculatura do pavimento pélvico está relacionada com a sexualidade, pelo que os melhoramentos físicos desta zona poderão ser notados nas suas relações.

Costas em forma: o efeito de “sucção” de que falámos antes provoca uma tração sobre os discos intervertebrais, como se os “esticássemos”, o que pode ter efeitos terapêuticos muito vantajosos para as costas. Se combinarmos os abdominais hipopressivos com outros exercícios complementares, poderemos curar muitos problemas lombares.

Rendimento desportivo: se praticar uma especialidade com uma grande componente aeróbica, como a natação ou o atletismo, notará uma melhora no rendimento. Tenha em conta que o diafragma é o elemento principal da ginástica hipopressiva, pelo que obteremos uma maior capacidade diafragmática, pulmonar e torácica.

Recuperação pós-parto: se depois da gravidez notou uma perda da tonificação muscular da vagina ou problemas de incontinência, estes exercícios não ajudarão apenas a recuperar um ventre plano, mas também a fortalecer o pavimento pélvico.

Além disso, regulará os parâmetros respiratórios e ajudará a prevenir hérnias (inguinais, vaginais e abdominais), lesões articulares e musculares, edemas e o cansaço nas pernas.

Não faça ginástica hipopressiva se…

... está grávida

Se estiver grávida, este tipo de abdominais está completamente contraindicado. No entanto, se está a pensar ser mãe em breve, estes exercícios vão ajudar a preparar o corpo para enfrentar a gestação e o parto.

… é hipertensa

As apneias respiratórias podem ser contraproducentes, se tiver a tensão alta. Consulte um especialista antes de fazer estes exercícios.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos o seu comentário