Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

Centrada em si
TENA
Home Sexo Dor nas relações sexuais?
banner_MUESTRA

Dor nas relações sexuais?

Sexo

1 1608

Muitas mulheres sentem de forma esporádica ou permanente dores que as impedem de completar a penetração. É uma delas? Ajudamo-la a averiguar as possíveis causas e a tomar medidas para viver uma vida sexual saudável e completa.


Partilhe com as suas amigas:

A dor durante as relações sexuais é bastante mais frequente do que pensamos. As mulheres que têm este problema sentem-se sozinhas e estranhas, e só muito raramente falam dele. Muitas vezes a dor impede por completo a penetração, pelo que acabam por evitá-la e só tomam medidas quando querem engravidar.

As dores esporádicas podem dever-se a falta de lubrificação, infeções, fungos, etc., e é aconselhável ir ao médico para tratar estas possíveis causas.

Mas outros problemas podem durar anos ou mesmo toda a vida: a percepção de que ‘o pénis não cabe’, ‘parece que tem uma parede’, ‘a minha vagina é muito pequena’,… podem dever-se ao facto de que a musculatura da vagina se contrai involuntariamente impedindo a penetração, por isso efetivamente têm a sensação de ‘parede’. Esta contração é inconsciente e, geralmente, a mulher não consegue localizar esta musculatura, e por isso, relaxá-la.

As causas deste problema são variadas e podem ser complexas, como uma má experiência no passado, o medo de engravidar ou a dor. Podemos generalizar e dizer que estas mulheres sente uma grande angústia ou medo inconsciente da penetração, e isso faz com que contraiam a vagina para impedi-la.

Em geral, um fator comum a estas mulheres é terem recebido uma educação sexual insuficiente, errónea e carregada de mitos, quer sejam de tipo religioso, social ou inclusivamente fisiológico. Um exemplo? Muitas mulheres pensam que a vagina é um tubo estreito e delicado quando na verdade é um órgão forte e elástico que se adapta ao que tenha que entrar ou sair dela (veja-se o tamanho de um bebé).

Se soubermos localizar a musculatura pélvica e a controlá-la vamos dominar melhor o nosso corpo, para que possamos decidir conscientemente se queremos optar por uma prática sexual com penetração ou não. Conhecer o nosso corpo e a nossa resposta sexual é essencial para vivermos uma vida sexual plena e satisfatória, sem medos nem mitos que nos impeçam de desfrutar das relações sexuais.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:
1 comentário a este artigo

Deixe-nos um comentário