Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

Centrada em si
TENA
Home Sexo Bolas chinesas: sejamos claras
banner_MUESTRA

Bolas chinesas: sejamos claras

Sexo

0 47542

As bolas chinesas vendem-se há anos em lojas eróticas e sexshops, o que marcou a sua imagem. Vamos falar das mentiras e verdades acerca delas e do modo como ajudam a fortalecer o pavimento pélvico.


Partilhe com as suas amigas:

Existem muitos mitos e lendas em torno das bolas chinesas. Vendem-se em muitas sexshops e lojas eróticas, com o argumento de que a vibração produzida pelas pequenas bolas no seu interior é uma fonte de enorme prazer. Isto tem muito pouco ou nada a ver com a realidade. As bolas chinesas são muito boas para fortalecer o pavimento pélvico e, por conseguinte, para melhorar a nossa vida sexual.

Uma curiosidade: sabe de onde vêm as chamadas bolas chinesas? A sua origem não é chinesa mas sim japonesa. Foram inventadas por um imperador com muitas concubinas e pouco tempo para preliminares amorosos (em breve entenderá porquê). Mais tarde foram usadas pelas gueixas para fortalecer o pavimento pélvico.

Atreve-se a usá-las? Aqui tem os primeiros passos a ter em conta:

  • Como são? As bolas chinesas ‘padrão’, que podemos encontrar em qualquer loja especializada, consistem em duas bolas unidas e um cordel para as manusear. Mas podemos encontrar kits de bolas chinesas de diferentes tamanhos e pesos para iniciar um exercício progressivo do nosso pavimento pélvico.
  • De que material devem ser? As bolas chinesas atuam como peso na nossa musculatura. Temos de ter cuidado com o material: não deve ser poroso (o plástico, por exemplo, é poroso e pode acumular bactérias), macio e ter o cordel plastificado ou do mesmo material que as bolas. Nunca de fio, para evitar acumular sujidade e criar problemas. O silicone ou o elastómero são materiais excelentes. É conveniente investir em bolas chinesas de qualidade, pois certamente o peso também está corretamente dimensionado.
  • A minha vida sexual vai melhorar? Na realidade, as bolas chinesas têm uma função de “peso” para a musculatura pélvica, mas não se pode negar que trazem benefícios para a vida e a saúde sexuais. Além disso melhoram a fase do desejo; usar bolas chinesas pode ser muito erótico, à semelhança da lingerie sexy. Usar bolas chinesas sem ninguém saber ajuda muitas mulheres a fantasiar. Mas o seu efeito é muito mais direto na lubrificação: as bolas contêm pequenas bolas no interior, que se movem e estimulam as paredes da vagina, favorecendo o fluxo sanguíneo e melhorando de forma significativa e instantânea os níveis de lubrificação (daí o seu uso pelo citado imperador japonês). Por outro lado, a musculatura pélvica contrai-se e relaxa durante o orgasmo e tanto os exercícios ativos do pavimento pélvico, como o uso das bolas chinesas fortalecem a musculatura, tornando os orgasmos mais intensos e prolongados.

Se está decidida, damos-lhe as dicas sobre a duração recomendada e outras respostas.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário