TENA

Home Pavimento pélvico Pavimento pélvico e maternidade Inscreva-se no ioga pré-natal

Inscreva-se no ioga pré-natal

Pavimento pélvico e maternidade

0 2178

Se está grávida e procura uma atividade física adequada, o ioga pré-natal é uma boa opção, pois oferece inúmeros benefícios às mulheres em fase de gestação. Mas atenção, não é adequado para todas. Tome nota.


Os benefícios da prática de ioga são muitos. Além de colocar em sintonia corpo, mente e espírito, a combinação de asanas (posturas) com a respiração e o relaxamento mental oferece, em particular, muitos benefícios às mulheres grávidas.

Benefícios físicos

  • Aumenta a força e a flexibilidade dos músculos, nervos e fáscias;
  • Liberta a tensão muscular;
  • Diminui a dor de costas;
  • Melhora o sono;
  • Diminui as náuseas;
  • Melhora a incontinência;
  • Diminui a dor de cabeça;
  • Reduz a hipertensão;
  • Favorece a higiene postural;
  • Aumenta a oxigenação do sangue da mãe e do bebé;
  • Favorece a digestão.

Benefícios mentais

  • Acalma a ansiedade e o stress;
  • Socializa com outras mulheres grávidas que estão na mesma situação.

Benefícios práticos

O ioga também oferece muitos benefícios que se poderão usar no momento do parto:

  • Aprenderá técnicas de respiração e de relaxamento que lhe serão de ajuda no momento do parto;
  • Posturas como a do gato, acompanhadas por uma respiração consciente, atenua a dor e as contrações.

O que deve ter em conta

Se quer inscrever-se numa aula de ioga pré-natal, a primeira coisa que deve fazer é consultar o seu ginecologista para que lhe indique se é ou não adequado para si.

Procure um centro com monitores certificados que sejam especializados no ioga para grávidas, uma vez que sabem melhor quais são as posturas mais ou menos indicadas para mulheres em estado de gestação.

Não se force e ouça o seu corpo. Lembre-se que o ioga é uma disciplina de relaxamento. Uma sessão de ioga pré-natal deve durar entre 30 a 45 minutos.

Nem todas as disciplinas de ioga são adequadas para mulheres grávidas. Por exemplo, deve ser evitado o Bikram Yoga, que se pratica em salas muito aquecidas, pois pode causar hipertermia.

Há ainda posturas que não são recomendáveis para mulheres grávidas, como aquelas que requerem um grande alongamento do abdómen.

Se está em risco de parto prematura, também não é recomendável praticar ioga pré-natal.

E não se esqueça, se durante a gravidez ou no pós-parto tiver problemas de incontinência, TENA Mulheres tem à sua disposição protetores específicos para as perdas de urina. Peça uma amostra grátis e prove por si mesma a eficácia destes produtos.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas: