Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

Centrada em si
TENA
Home Pavimento pélvico Pavimento pélvico e costas A nossa postura afeta o pavimento pélvico?
banner_MUESTRA

A nossa postura afeta o pavimento pélvico?

Pavimento pélvico e costas

0 18663

A verdade é que sim. Diga-nos como posiciona as suas costas e pélvis e dir-lhe-emos se tem possibilidade de vir a sofrer de perdas de urina ou prolapsos. Um estudo recente demonstra que se as duas não estão alinhadas, a atividade do pavimento pélvico pode ficar comprometida.


Partilhe com as suas amigas:

Sabia que a atividade do pavimento pélvico muda em função da postura da mulher? Isto significa que esta musculatura vai trabalhar mais ou menos em função de estamos deitadas ou sentadas. E ainda, a sobrecarga destes músculos depende da nossa postura quando nos sentamos ou estamos de pé.

Quando estamos deitadas, a atividade destes músculos é mínima porque o pavimento pélvico não está a suportar o peso do abdómen e está relaxado. Mas à medida que nos levantamos, a atividade aumenta. Isto deve-se fundamentalmente à gravidade. Quando estamos sentadas ou, sobretudo, de pé, o pavimento pélvico ativa-se para suportar o peso do nosso abdómen.

Uma postura correta é fundamental para manter a saúde do nosso pavimento pélvico

Também está comprovado que a atividade do pavimento pélvico aumenta quando a nossa coluna e a nossa pélvis estão corretamente alinhadas. Se adotamos posturas incorretas, muitas vezes por fadiga, dor, falta de exercício ou problemas de costas, perdemos a atividade do pavimento pélvico, o que pode impedir o mesmo de funcionar corretamente, aumentando o risco de perdas de urina ou prolapsos. Na verdade, um estudo recente refere que as mulheres com prolapsos costumam ter uma postura com uma curva lombar menos acentuada que o normal.

Como consequência, a higiene postural é uma medida de prevenção importante para os problemas do pavimento pélvico. Assim, é muito importante aprendermos a sentar-nos corretamente e tomar consciência da postura que assumimos quando realizamos exercícios do pavimento pélvico.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário