Centrada em si
Home Saúde Dieta Tem dificuldades em adormecer? Relaxe ao jantar

alimentos-700x467

A alteração do sono é um sintoma frequente na menopausa. Mas sabia que outro factor que também a afectam é a ingestão de certos alimentos antes de dormir?

Propomos-lhe que consuma alguns alimentos que a partir de agora não deverão ser excluídos da sua lista de compras, porque na sua composição incluem elementos como a melatonina e o triptofano, que a vão ajudar a relaxar e a desfrutar de um sono de melhor qualidade e duração. Conheça as suas propriedades e tire proveito deles.

Frutas: cerejas e bananas

Cerejas: são grandes aliadas contra os sintomas da menopausa. São ricas em melatonina, a hormona que regula o ciclo do sono.

Bananas: quanto mais maduras melhor. Esta fruta é ainda rica em potássio, magnésio e cálcio, contém triptofano, um aminoácido que o nosso corpo utiliza para produzir seratonina, que intervém na regulação do sono.

Frutos secos: amêndoas e nozes

São uma excelente fonte de antioxidantes e ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, mas sabia que também contêm elevada quantidade de melatonina?

Peixes ricos em Omega3

Salmão e trutas: os peixes ricos em Omega-3, como a truta e o salmão, são uma opção saudável para o jantar porque contêm triptofano.

Carnes brancas

Frango e peru: não só ajudam a ter uma digestão fácil, como também contêm o aminoácido triptofano. Pode acompanhar com uma salada ou uma fatia de pão integral… Vai descansar melhor!

Laticínios: o iogurte

Também é um alimento rico em triptofano, e por isso ajuda a adormecer. E se lhe juntar um pouco de mel, ainda melhor! O mel contém açúcares naturais que ajudam a produzir melatonina, que nos permite dormir melhor.

Todos estes alimentos fazem parte de uma alimentação saudável e podem melhorar a sua qualidade de vida nesta etapa. Mas de qualquer forma, se esta recomendação alimentar e outros conselhos que pode encontrar no Centrada em Si não a ajudam contras as insónias, consulte o seu médico para averiguar se no seu caso é necessário iniciar um tratamento que mitigue os sintomas mais incómodos da menopausa.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário