Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

Centrada em si
TENA
Home Saúde Dieta Superalimentos? Conheça-os bem
banner_MUESTRA

Superalimentos? Conheça-os bem

Dieta

espirulina
0 10351

Fornecem mais ácidos gordos, nutrientes e minerais do que a maioria dos alimentos. Alguns vêm de lugares longínquos e têm propriedades muito benéficas para o nosso organismo, sobretudo na menopausa.


Partilhe com as suas amigas:

Os superalimentos podem ser grandes aliados durante a menopausa. As alterações hormonais afetam-nos, destabilizam o nosso metabolismo. Ganhamos peso, acumulamos mais gordura no abdómen e nas ancas, e sentimo-nos mais cansadas.

Porque lhes chamamos superalimentos? Porque têm maior quantidade de nutrientes do que os produtos que consumimos habitualmente, e ainda vitaminas, minerais, antioxidantes e fitonutrientes. Em seguida apresentamos-lhe alguns.

Os superalimentos que estão na moda

  • Maca: esta planta, originária do Peru, é um energizante natural e um excelente regulador hormonal. Reduz o cansaço e o stress, dá-lhe vitalidade e melhora a libido e a memória. É ainda um potente antioxidante.
  • Sementes de chia: são ricas em ácidos gordos ómega-3, tem grande poder anti-inflamatório e cardioprotector. Muito ricas em cálcio, ferro, potássio, têm também um elevado poder anti-oxidante. Fortalecem os ossos, equilibram os ácidos gordos do organismo, controlam os níveis de açúcar no sangue e rejuvenescem de dentro para fora.
  • Espirulina (na imagem acima): esta alga fornece proteínas (contém 21 dos 23 aminoácidos essenciais), vitaminas, ferro, antioxidantes e vários ácidos gordos essenciais. Ajuda a limpar o organismo e tem efeitos anti-inflamatórios. Também regula os ácidos gordos e facilita a absorção intestinal de nutrientes. É um bom complemento para combater carências nutricionais, como a anemia.
  • Sementes de linhaça: depois dos peixes azuis, estas sementes são uma das melhores fontes de ácidos gordos ómega-3. Contêm vitaminas do grupo B e E que fortalecem o nosso corpo e o nosso sistema nervoso. Também são ricas em ferro, zinco, magnésio, cálcio ou potássio; contêm ainda fibras e enzimas que facilitam e regulam a digestão. Nutrem a pele e fortalecem o cabelo e as unhas.

Tanto a espirulina como a maca são comercializadas tanto em cápsula, como em pó. Este último permite-lhe adicioná-lo a outros alimentos como iogurtes, batidos ou ‘leites’ vegetais. Pode juntar sementes de linhaça e de chia a saladas, doces, sopas…

Um exemplo de como ‘superalimentar-se’ com alguns destes ingredientes? Damos-lhe uma receita fácil e rápida para o pequeno almoço. Ora veja:

  • 2 colheres de sopa de chia
  • 1 chávena de ‘leite’ vegetal (amêndoas, sésamo,…) ou um iogurte
  • Mel, stevia, agave ou outro adoçante natural
  • Frutos vermelhos
  • Canela
  • Espirulina e maca
  • Cacau em pó

Os superalimentos de sempre

Não nos podemos esquecer de alguns alimentos clássicos que são igualmente benéficos para nós, muito económicos e que utilizamos no nosso dia a dia.

Leguminosas: fonte de proteínas e minerais.

Alho: comê-lo diariamente reduz o risco de cancro de estômago e previne infeções e constipações.

Amendoins: reduzem o risco de doenças cardiovasculares e combatem o mau colesterol. Além disso, têm um índice glicémico é muito baixo, sendo por isso adequados para integrar a alimentação de diabéticos.

Pode também interessar-lhe...

  • Vicie-se em frutos secos!Vicie-se em frutos secos! Afastados de muitas dietas pela sua elevada concentração em gorduras, os frutos secos consumidos com moderação não só ajudam a emagrecer, […]
  • Uma cerveja? Sim, obrigada!Uma cerveja? Sim, obrigada! Um dos mitos mais difundidos na nossa sociedade é que a cerveja engorda. Mas a boa notícia é que, quando consumida com moderação, não só […]
  • Tem dificuldades em adormecer? Relaxe ao jantarTem dificuldades em adormecer? Relaxe ao jantar Se sofre de insónias, o que come antes de se deitar é muito mais importante do que pensa. Propomos-lhe que introduza na sua alimentação […]
  • Fruta: muito mais do que uma sobremesaFruta: muito mais do que uma sobremesa Para manter uma dieta saudável, devemos comer cinco peças de fruta por dia. Se costuma consumir fruta como sobremesa no final das […]
Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário