TENA

Home Pavimento pélvico Incontinência Ria-se sem medo: como o riso nos pode ajudar na incontinência

Ria-se sem medo: como o riso nos pode ajudar na incontinência

Incontinência


Ria-se sem medo: como o riso nos pode ajudar na incontinência
0 185

O riso pode desencadear episódios de incontinência, mas também pode ser uma estratégia poderosa para encarar a incontinência de forma positiva. Em vez de deixar que a incontinência controle a sua vida, porque não dar uma volta à situação e ver o lado positivo? Deixamos-lhe aqui algumas recomendações para ultrapassar esta afeção, como exercícios de riso, procurar apoio ou adotar uma atitude positiva.




O riso provoca incontinência?

A incontinência urinária, em concreto a incontinência de esforço, acontece quando se faz uma atividade que aumenta a pressão no abdómen, como rir, tossir ou espirrar. Este aumento de pressão pode ser mais forte do que a capacidade do esfíncter urinário para reter a urina, fazendo com que se tenha perdas involuntárias de urina. Não é raro que uma gargalhada intensa provoque estes episódios, especialmente em mulheres que tenham dado à luz ou tenham passado pela menopausa, etapas que debilitam o pavimento pélvico.

Mas não se esqueça que o riso também pode ser uma ferramenta poderosa para gerir o stress e a ansiedade associadas à incontinência. Segundo a American Medical Association, rir pode diminuir os níveis das hormonas do stress, melhorar o sistema imunitário e aumentar a qualidade de vida em geral. Para muitas pessoas, fazer este exercício em situações difíceis pode transformar a perspetiva como se olha para os problemas e oferecer um alívio muito necessário.

Rir ajuda a equilibrar a mente e o corpo, uma vez que estimula o coração, os pulmões e os músculos. Além disso, aumenta as endorfinas que são libertadas pelo cérebro, reduzindo assim a resposta ao stressO bom humor alivia fardos e inspira esperança.

Um bom equilíbrio do ventre ao rir pode relaxar os ombros e ser um grande exercício abdominal e do pavimento pélvico. Portanto, devemos deixar para trás o medo de rir por causa da incontinência.

Estratégias para gerir a incontinência com bom humor:

1. Exercícios de riso:

O yoga do riso é uma prática que combina exercícios de respiração com risos simulados, que rapidamente se convertem em risos reais. Esta técnica não melhora só o estado de espírito, também fortalece o diafragma e os músculos do abdómen, ajudando a melhorar o controlo da bexiga.

2. Encontrar apoio:

Juntar-se a grupos de apoio, com pessoas que passam pela mesma situação, pode ser uma grande fonte de alívio e humor partilhado. Partilhar experiência e situações com outras pessoas que entendem do que estamos a falar pode reduzir a sensação de isolamento e oferecer novas perspetivas para gerir a incontinência com uma atitude positiva.

3. Adotar uma atitude positiva:

Rir-se de si mesma pode ser terapêutico. Charlie Chaplin dizia: “para rir de verdade, devemos ser capazes de suportar a nossa dor e brincar com ela”.

Esta perspetiva pode aplicar-se à incontinência, olhando para os pequenos incidentes como momentos para rir e não como momentos para nos envergonharmos. Manter uma atitude positiva e aberta ao humor pode fazer com a que a experiência de ter de viver com incontinência seja mais leve.

Recomendações práticas para o dia a dia:

1. Usar produtos para a incontinência confiáveis: investir em productos de qualidade, como os da gama TENA Discreet, pode dar-lhe a confiança que precisa para se rir livremente sem preocupações de acidentes. Os pensos TENA Discreet foram concebidos para oferecer conforto e discrição, para que possa usufruir dos seus momentos de alegria sem stress. Se quiser experimentar TENA Discreet, pode pedir uma amostra grátis aqui.

2. Criar um meio envolvente seguro: garantir um ambiente seguro e confortável, especialmente em casa, ajudará a reduzir a ansiedade relacionada com os episódios de incontinência. Em lugares públicos é aconselhável que se sinta próxima de uma casa de banho para estar mais segura perante qualquer eventualidade.

3. Falar abertamente com os amigos e a família: comunicar as suas experiências e preocupações com os seus entes queridos pode aliviar a carga emocional. Muitas vezes, as pessoas próximas podem oferecer apoio e compreensão, partilhando momentos de humor juntos que ajudarão a fortalecer as relações e a reduzir a sensação de vergonha.

Não há razões para a incontinência urinária ser uma afeção que controla a sua vida. Rir pode transformar a sua experiência e ajudar a encontrar alegria no meio dos desafios. Tanto através de exercícios de riso como procurando apoio ou, simplesmente, rindo-se dos pequenos incidentes vai conseguir manter uma atitude positiva e usufruir da vida sem que a incontinência a pare.

Recorde, a chave está em ter uma atitude positiva, inclusive quando as coisas não saem como planeado. Desta forma, na próxima vez que se rir, faça-o com vontade e sem preocupações!

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:
Centrada em si