Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

Centrada em si
TENA
Home Saúde Dieta Adicione rebentos e sementes à sua dieta
banner_MUESTRA

Adicione rebentos e sementes à sua dieta

Dieta

rebentos e sementes
0 2437

Se gosta de comer de forma saudável e variada, propomos-lhe a incorporação na sua dieta destes alimentos que a vão ajudar a combater os efeitos da menopausa, graças aos fitoestrogénios, ou, por serem ricos em fibra, a regular o trânsito intestinal. Descubra os benefícios destes alimentos extraordinários.


Partilhe com as suas amigas:

As sementes têm-se popularizado na Europa há relativamente pouco tempo, mas o certo é que na Ásia são um alimento tradicional muito utilizado. Sabemos que são antioxidantes e ricos em fitoestrogénios, o que ajuda a aliviar os efeitos da menopausa. Além disso, a sementes contêm vários tipos de vitaminas e são uma fantástica fonte de fibras. Os nutricionistas recomendam também o consumo de rebentos na dieta diária devido aos benefícios que oferecem não só na menopausa, mas também no regulamento do fluxo intestinal e a combater anemias e estados de ânimo depressivos.

E agora a grande pergunta: como posso integrar os rebentos e as sementes na minha dieta? Há muitos tipos de rebentos e sementes e diferentes formas de os preparar. É importante não abusar, sobretudo das sementes, e estar informada sobre quais são as mais apropriadas para comer em cada etapa de vida. Consulte o seu médico ou nutricionista para obter os melhores benefícios. Aqui, deixamos-lhe algumas propostas culinárias:

  • Saladas: um clássico e uma escolha excelente, pois desta forma consome os rebentos crus, com todas as vitaminas que, por exemplo, se poderiam destruir durante a cocção. Os mais habituais são os rebentos de soja, ricos em isoflavonas com uma composição muito similar aos estrogénios que produzimos de forma natural.
  • Tortilha: apesar de termos dito que a melhor forma de comer os rebentos é crus, também os podemos cozinhar e integrá-los por exemplo numa tortilha. Para isso, recomendamos-lhe um dos mais tenros: os rebentos de alfafa.
  • Guarnições: podemos cozinhar a nossa guarnição habitual de legumes com, por exemplo, rebentos de couve ou de trevo roxo. Este último, pelo sabor doce, é perfeito para preparar guisados de legumes.
  • Molhos: certamente que muitas de nós há muito preparamos molhos com agriões, rúcula e outros legumes e hortaliças. Pois bem, é hora de darmos um passo mais para que os nossos molhos adquiram um sabor irresistível. Experimente preparar os molhos de sempre com sementes de agrião, abóbora ou, se quiser dar um toque de cor, sementes de couve lombarda ou beterraba.
  • Pequenos-almoços: os rebentos de linhaça são ótimos para comer crus todos os dias. Uma colher pela manhã misturada com iogurte ou mel ajudará a aliviar os sintomas da menopausa e, além disso, ajudará toda a família a reduzir o colesterol, a obstipação e as dores menstruais. Inclusive, combate o enfraquecimento e perda de cabelo. Um verdadeiro achado!
  • Tortas: não tem tempo para cozinhar e já não sabe como consumir mais legumes? Experimente esta variante: misture rebentos de lentilhas com cebola, coentros, alho, salsa e sal. Pique tudo e faça tortas, usando um pouco de azeite. Depois cozinhe tudo na sertã e vai ver que terá um excelente prato para apresentar sem usar uma panela, e para comer com as mãos!

Anime-se e adicione rebentos e sementes à sua dieta diária. Irá comer ainda mais de forma saudável e, além disso, variada.

Pode também interessar-lhe...

  • Uma cerveja? Sim, obrigada!Uma cerveja? Sim, obrigada! Um dos mitos mais difundidos na nossa sociedade é que a cerveja engorda. Mas a boa notícia é que, quando consumida com moderação, não só […]
  • Porque engordamos na menopausa?Porque engordamos na menopausa? Muitas mulheres tendem a ganhar peso quando o seu corpo deixa de produzir estrogénios. As alterações que acompanham esta perda hormonal […]
  • Cuide do seu coração na menopausaCuide do seu coração na menopausa Sabia que os problemas cardiovasculares são mais comuns nas mulheres durante a menopausa? Contamos-lhe quais os motivos, e sobretudo, o […]
  • O que é que sucede no pavimento pélvico durante a menopausa?O que é que sucede no pavimento pélvico durante a menopausa? A esperança de vida da mulher aumentou tanto que hoje em dia ela passa um terço da vida na sua última etapa, que se desenvolve a partir da […]
  • “Malditos” estrogénios!“Malditos” estrogénios! Os estrogénios são a hormona feminina por excelência. Não só intervêm na fertilidade como causam “efeitos secundários” noutros órgãos do […]
  • 5 sintomas que falam da pré-menopausa5 sintomas que falam da pré-menopausa Se tem 40 anos e começa a notar algumas alterações no seu corpo, é possível que esteja a entrar na perimenopausa, a etapa prévia à […]
Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário