Centrada em si
Home Beleza Cuide melhor do seu cabelo a partir da menopausa

cuide do seu cabelo na menopausa

O deficit hormonal que acompanha a menopausa afeta também a qualidade do nosso cabelo. Torna-se mais fino e seco, fica menos brilhante e vigoroso. Perde pigmentos e aparecem mais cabelos brancos. A quantidade de pelos diminui em algumas partes do corpo, como pernas ou braços, e aparece em zonas menos agradáveis, como o queixo, patilhas ou à volta dos lábios: tudo isto porque o equilíbrio entre as hormonas “masculinas” e “femininas” fica descompensado.

Tem queda de cabelo acentuada? O stress pode ser uma das principais causas. Algumas doenças também podem provocá-la

Como o cabelo se torna mais frágil, frequentemente, a partir dos 50 anos aumenta a queda do cabelo. Mas ao contrário do que podemos pensar, quando a queda de cabelo é acentuada, deve-se geralmente a outro fatores que se somam ao efeito das alterações hormonais.

Que fatores alteram a qualidade do nosso cabelo?

  • Os fatores genéticos
  • Uma alimentação desequilibrada e com deficit de minerais e vitaminas
  • O stress, que afeta a nossa saúde capilar. É frequentemente responsável pelos períodos em que notamos que nos cai muito cabelo. E não só a partir da menopausa.
  • As agressões diárias do cabelo: coloração, champôs desadequados, placas de alisar, secadores,…
  • Problemas de tiroide e algumas doenças

 Como devemos cuidar do nosso cabelo?

Se quer mantê-lo em boas condições siga os seguintes conselhos:

  • Cuide da sua alimentação: apostar numa alimentação equilibrada tem muitos benefícios para o seu cabelo. Beba água e consuma alimentos ricos em vitaminas A e B, em minerais (ferro, magnésio, cálcio ou zinco), ou com fitoestrógenos, como a soja e outros vegetais (no caso dos fitoestrógenos desde e sempre que não existam antecedentes de cancro na família; caso existam, consulte o seu médico). Não há grandes surpresas quanto ao que deve evitar: álcool, gorduras de origem animal, doces em excesso, cafeína… Tabaco? Já sabe a resposta.
  • Suplementos vitamínicos e minerais: os suplementos ricos em vitamina E ou ferro melhoram a hidratação e textura do cabelo, evitando que se quebre ou tenha pontas duplas. Se tem problemas de stress, algo cada vez mais comum nos nossos dias, um suplemento rico em vitamina B poderá ajudá-la a regular os seus efeitos.
  • Higiene e cuidados pessoais: não se submeta constantemente a colorações abrasivas, champôs com pH inadequado ou abuse de placas de alisar ou secadores. Tente selecionar uma cor e um corte que se adapte ao seu estilo e mantenha-os para evitar muitas alterações químicas, por exemplo. Pondere seriamente optar por produtos orgânicos.
  • Proteja-se do sol, do sal e do cloro: o cabelo sofre muito no verão. Ajude-o com produtos protetores.
  • Pratique desporto: a atividade física é boa para a irrigação sanguínea porque ativa os folículos capilares fazendo com que o cabelo cresça mais abundante e forte. Massajar o couro cabeludo também tem o mesmo efeito.
  • Terapia hormonal de substituição: se a queda se deve à alteração das hormonas, um tratamento adequado pode solucionar este e outros efeitos negativos da menopausa.
  • Depilação: se o seu problema é o crescimento excessivo de pelo facial, procure uma alternativa à sua medida. Este incómodo problema pode provocar fazer com que a autoestima baixe consideravelmente, por isso não deixe de abordar esta questão de frente. Recorra a lâminas, cera depilatória, descoloração ou algo mais definitivo, como o laser, se a sua pele assim o permitir.

Consulte o seu médico se considera que a queda de cabelo é excessiva, não assuma que é algo próprio da idade, por exemplo. Um especialista vai poder descartar se a causa é alguma doença ou deficit de vitaminas. Algumas mulheres podem desenvolver uma alopecia andrógina. A alopecia total é muito rara em mulheres. Atualmente existem produtos realmente eficazes, como o minoxidil e outros tratamentos, que ajudam a combatê-la. O especialista vai avaliar qual é o seu tipo de alopecia e qual é o tratamento mais adequado.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário