Centrada em si
Home Saúde Dieta Come por ansiedade? Mude de mentalidade

come-por-ansiedade

Na sociedade ocidental começamos a observar um fenómeno preocupante: a comida a funcionar como resposta quase imediata aos nossos problemas, medos ou preocupações. O ato de comer é um prazer rápido, de fácil de acesso e que não exige um sacrifício prévio. Assim, muitas pessoas ansiosas, stressadas ou frustradas tentam enfrentar estes transtornos com grande ingestão de comida.

Cuidado! Não nos equivoquemos: comer descontroladamente não nos faz sentir melhor, ainda que imediatamente depois de comer sintamos um alívio efémero. Na verdade, é precisamente o contrário. O bem-estar momentâneo normalmente transforma-se em frustração quando nos apercebemos do que acabámos de comer. Este comportamento gera um ciclo vicioso muito perigoso que nos pode levar a doenças graves como a obesidade, bulimia, anorexia e problemas gastrointestinais.

É por isso que devemos optar sempre por uma alimentação saudável como ferramenta para nos sentirmos melhor a médio e a longo prazo. Devemos deixar de lado o prazer imediato e volátil associado à ingestão descontrolada de certos alimentos.

Damos-lhe algumas orientações para uma alimentação saudável:

  • Escolha produtos frescos e de época;
  • Reserve 60% do seu carrinho de compras para frutas e vegetais;
  • Faça cinco refeições por dia;
  • Permita-se ceder a um capricho de vez em quando; assim não ficará obcecada com comida e reduzirá o seu nível de ansiedade;
  • Beba pelo menos dois litros de água por dia;
  • Não deixe de comer hidratos de carbono: são uma importante fonte de fibras.

Alimentarmo-nos corretamente ajuda-nos a:

  • Melhorar o nosso estado físico
  • Prevenir diversas doenças
  • Melhorar as nossas capacidades mentais
  • Aumentar a nossa sensação de bem-estar
  • Aumentar a nossa autoestima
  • Melhorar o nosso estado de ânimo

Se a sua ingestão desordenada de alimentos é resposta a uma carência emocional, recomendamos-lhe que consulte um psicólogo, que lhe dará indicações para superá-la. Também lhe recomendamos que consulte um nutricionista, que elaborará um plano alimentar à sua medida.

Pode também interessar-lhe...

  • Cozinhe a vapor e mantenha-se em formaCozinhe a vapor e mantenha-se em forma Quando chega a menopausa, temos que repensar o que comemos, e como e quanto comemos. As alterações hormonais podem fazer com que […]
  • Uma cerveja? Sim, obrigada!Uma cerveja? Sim, obrigada! Um dos mitos mais difundidos na nossa sociedade é que a cerveja engorda. Mas a boa notícia é que, quando consumida com moderação, não só […]
  • Desfrute das férias… Sem engordar!Desfrute das férias… Sem engordar! Chegam as férias e os eventos sociais multiplicam-se. Nestes eventos socais, temos disponíveis muitas tentações para cometer excessos que […]
  • “Malditos” estrogénios!“Malditos” estrogénios! Os estrogénios são a hormona feminina por excelência. Não só intervêm na fertilidade como causam “efeitos secundários” noutros órgãos do […]
Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário