Registe-se já ou introduza
o seu email e palavra-passe:

Centrada em si
TENA
Home Saúde Dieta ‘Leites’ vegetais: faça-os em casa
banner_MUESTRA

‘Leites’ vegetais: faça-os em casa

Dieta

leites_vegetais_700x467
0 10097

É intolerante à lactose? Não gosta de leite de vaca? Procura uma alternativa que a ajude a reduzir os sintomas da menopausa ou quer diminuir seu o consumo de calorias? Os leites vegetais são uma opção excelente. Explicamos-lhe quais são os seus benefícios e como prepará-los em casa. É muito fácil!


Partilhe com as suas amigas:

Soja, arroz, amêndoas, aveia… Estes são apenas alguns dos vegetais com os quais se pode fazer “leite”. Cada um deles tem benefícios diferentes mas o denominador comum é que a sua digestão é mais fácil do que a do leite de vaca e não contêm lactose.

Propriedades e benefícios para a saúde

Os leites vegetais contêm múltiplos benefícios para a nossa saúde. São ricos em vitaminas (B, que ajuda a metabolização dos alimentos e a produzir glóbulos vermelhos; e E, antioxidante), minerais (cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio), bem como em gorduras poli-insaturadas e proteínas.

A sua elaboração à base de água e ingredientes vegetais faz com que estas bebidas sejam mais fáceis de dirigir, e por tanto, ajudem a manter a linha.

Destacamos alguns tipos de leites vegetais:

  • Leite de soja: é o mais conhecido de todos, e por ser rico em fitoestrógenos, é indicado para atenuar os sintomas da menopausa e da osteoporose. É o que contém mais proteínas e, segundo alguns estudos, pode ajudar na prevenção do cancro da mama. O seu sabor é perfeito para a elaboração de iogurtes.
  • Leite de arroz: é o mais recomendado para problemas digestivos ou de alergias. As suas propriedades ajudam a aliviar problemas gástricos. É ideal para a elaboração de sobremesas.
  • Leite de amêndoas: aconselhável para mães em período de lactância, bem como para recuperar as forças depois de um período de repouso por doença.
  • Leite de aveia: muito recomendado em situações de desgaste físico. As suas propriedades ajudam-nos a ativar o sistema imunitário. O seu sabor é perfeito para preparar um molho bechamel, por exemplo.
  • Leite de avelã: fonte de cálcio, fósforo, magnésio e todos os minerais necessários para a formação dos ossos e a manutenção da massa muscular.
  • Leite de nozes: tem um elevado conteúdo de antioxidantes.

Hoje em dia é muito fácil encontrar leite de soja em qualquer superfície comercial. Outros são mais fáceis de encontrar em ervanárias e lojas de comida dietética, como o de amêndoas ou de aveia, mas sabia que os pode fazer em casa? Explicamos-lhe como:

Elaboração de leites vegetais caseiros

Opte por ingredientes de boa qualidade para que o leite também o seja. A maioria dos leites vegetais têm um processo de elaboração muito semelhante. Demolham-se as sementes, cereais ou frutos secos durante 12 a 14 horas. Depois, trituram-se no liquidificador durante 2 ou 3 minutos, e para finalizar, coa-se o leite com um coador muito fino e deixa-se repousar.

Como não contêm conservantes, os leites vegetais caseiros têm um prazo de validade muito curto, pelo que uma vez preparados é aconselhável consumi-los nos dois dias seguintes, mais ou menos, se não queremos que percam os seus nutrientes.

Um exemplo: leite de aveia

Para produzir um litro de leite de aveia, deixe uma chávena de aveia crua a demolhar durante a noite. Escorra e coloque-a no liquidificador. Adicione água (três ou quatro copos, de acordo com a sua preferência em termos de densidade) e bata até que esteja finamente triturado. Coe e já está! Pode adoçá-lo com açúcar, mel de cana e acrescentar uma pitada de canela. E a aveia que coou pode ser utilizada para cozinhar, por exemplo, adicionando-a à massa de um bolo. Atreve-se a experimentar?

 

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas:

Deixe-nos um comentário