TENA

Centrada em si > Featured > Consumo responsável: conselhos para comprar de forma sustentável
Home Novidades TENA Consumo responsável: conselhos para comprar de forma sustentável

Consumo responsável: conselhos para comprar de forma sustentável

Featured


0 3749

É uma consumidora crítica e consciente das suas próprias necessidades e das necessidades do planeta? Oferecemos-lhe aqui algumas dicas e truques para comprar melhor.




1. Consuma menos, racionalize as suas compras

Sim, é muito tentador comprar apenas com um clique. E ainda mais quando o produto é apresentado de forma atrativa, cheio de estímulos, fazendo com que o nosso cérebro acredite que não pode recusar. Mas precisa realmente do produto?

Não esqueça que há efetivamente uma hierarquia do consumo: reduzir compras, reutilizar, reciclar. Ao fim e ao cabo, nada é mais sustentável que não comprar.

2. Procure apenas o melhor 

Parece um preconceito dizer que o barato sai caro, mas muitas vezes este preconceito esconde a maior das verdades. Procurar apenas o melhor ajuda a evitar chatices e novas compras.

Por exemplo, usar os produtos TENA ajuda-nos a evitar produtos menos eficientes e que, por isso, fazem com que tenhamos de voltar a comprar muito mais rapidamente. Quer dizer, acabámos por gastar mais e só por isso já não serão produtos tão sustentáveis. Quer comprovar por si mesma a qualidade dos produtos TENA? Peça aqui uma amostra grátis.

3. Tenha cuidado com o que compra para comer

Sim, o consumo responsável e sustentável também está relacionado com a alimentação. Não ajuda só a melhorar a qualidade de vida, algo que é urgente pensar especialmente a partir dos 50, mas também faz de nós pessoas mais sustentáveis e racionais.

Tenha presente que mais de 30% do fornecimento de alimentos acaba por se desperdiçar, segundo o Ministério da Agricultura dos Estados Unidos. Deste modo, compre apenas aquilo que vai comer e já estará a reduzir emissões de carbono. E, claro, menos desperdício de alimentos significa menos dinheiro atirado ao lixo.

Já agora, uma dieta rica em verduras não é apenas mais sustentável, ajuda também, além de outros benefícios, a manter o coração saudável e a mitigar os efeitos da incontinência.

4. Compre grandes quantidades de imperecíveis

Pense bem: comprar coisas a granel vai reduzir o consumo de materiais utilizados para embalar ou consumir. Se tem espaço para armazenar e é uma pessoa precavida, não tenha dúvidas em optar por este tipo de compra.

5. Repare o que já tem

Por que razão vai mudar de computador ou de telefone quando ainda funcionam? Talvez tudo o que precisem é de uma limpeza a fundo que ajude a recuperar o sistema. E isto, não há volta a dar, é mais sustentável, barato e sensato do que investir num produto novo.

Pense nisto antes de comprar: preciso ou é apenas um desejo?

6. Leia os rótulos

Antes de comprar é importante ler os rótulos, ver a composição, o lugar de procedência, reparar no prazo de validade, avaliar as críticas… Tudo conta.

7. Viva de forma sustentável

Uma forma de envolver os seus (e também a si mesmo) no consumo crítico, sustentável e responsável é assumir esta forma de vida. Fomente entre os seus este estilo de vida, esteja atento às notícias sobre estes assuntos e falem deles em família.

8. Experimente o valor da fidelidade

Se descobriu um produto que é bom, rentável, sustentável e saudável, porquê mudar? Não faz sentido. Não há nada melhor que experimentar o valor da marca e da fidelidade. É sempre bom comparar, mas quando obtiver a satisfação que procura, fique com ela para sempre.

9. Seja consciente: a sustentabilidade é saúde

Não é só uma questão de poupança e consciencialização sobre o planeta, algo já por si maravilhoso, mas ser uma pessoa sustentável é também ter saúde. Trata-se de contribuir para a mudança com hábitos cada vez mais saudáveis.

Desde 2008, a TENA tem estado a adotar medidas firmes para que cada um dos seus produtos seja mais sustentável, optando por eletricidade 100% renovável em todas as suas fábricas e por reduzir a pegada de carbono dos seus produtos e serviços em 50% até 2030. O objetivo é deixar uma marca mais positiva no planeta.

É um esforço para despertar consciências, melhorar a prestação de cuidados e impulsionar um diálogo ao mais alto nível em todo o planeta.

Pode também interessar-lhe...

Partilhe com as suas amigas: